Como os atletas ganham dinheiro?

Confira quais são os atletas mais bem pagos do mundo.

Vemos grandes atletas se destacando em suas modalidades e também fora delas com campanhas de marketing e empreendedorismo, mas nem paramos para imaginar quanto dinheiro eles ganham. E os atletas olímpicos de modalidades que não possuem um grande apoio, será que ganham bem? 

Neste artigo, mostraremos quanto ganham os atletas em suas modalidades e de onde vem esse dinheiro: apenas do salário ou de remunerações extracampo. E, claro, também abordaremos a disparidade de ganhos entre homens e mulheres, que continua gritante. 

E se ligar nesses pontos ajuda a praticar esportes com desconto, aproveitando para seguir a marca que o seu atleta favorito está promovendo no dia a dia. 

 

Lista dos atletas mais bem pagos do mundo 

De acordo com a revista Forbes e a Statista, consultoria de dados de mercado, entre 1° de maio de 2020 e 1° de maio de 2021, estes foram os 10 atletas mais bem pagos do mundo. Confira a lista:

 

  1. Conor McGregor (MMA) – US$ 180 milhões 
  2. Lionel Messi (futebol) – US$ 130 milhões 
  3. Cristiano Ronaldo (futebol) – US$ 120 milhões
  4. Dok Prescott (futebol americano) – US$ 108 milhões
  5. Lebron James (basquete) – US$ 97 milhões
  6. Neymar Jr. (futebol) – US$ 95 milhões
  7. Roger Federer (tênis) – US$ 90 milhões 
  8. Lewis Hamilton (automobilismo) – US$ 82 milhões
  9. Tom Brady (futebol americano) – US$ 76 milhões
  10.  Kevin Durant (basquete) – US$ 75 milhões 

 

Receitas extracampo impressionam 

A lista impressiona não apenas pelos altos valores arrecadados pelos atletas mais bem pagos do mundo, mas também por suas fontes de receita. Muitos atletas geram boa parte de suas receitas anuais por meio de atividades extracampo como contratos de patrocínio, campanhas de marketing e outros. 

Um dos que mais ganham dinheiro com o extracampo é o jogador português Cristiano Ronaldo. O atleta possui mais de 307 milhões de seguidores no Instagram e isso faz com que ele possa cobrar cerca de US$ 1,6 milhões por menção a uma marca em seus posts na plataforma, por exemplo. 

O astro do basquete Lebron James é o atleta mais bem pago da NBA (liga de basquete norte-americana), mas possui a maior parte de sua receita gerada no extracampo, cerca de US$ 70 milhões. Somente em seu contrato com a Nike, James fatura US$ 32 milhões por ano. 

Contratos media for equity estão em ascensão no esporte 

Os contratos media for equity são aqueles em que grandes empresas cedem um percentual de suas ações, passando a ter atletas como sócios por conta da visibilidade gerada por eles. 

Lebron James, por exemplo, é um ótimo exemplo de atleta no media for equity. O astro norte-americano é um dos donos da produtora SpringHill, avaliada em mais de US$ 725 milhões. 

Outro atleta que chama atenção nesse quesito é o lutador Conor McGregor. O astro do UFC, principal torneio de MMA do mundo, ganhou a maior parte de seus rendimentos no último ano, cerca de US$ 150 milhões, após vender suas ações da marca de whisky Proper No. Twelve, da qual era sócio majoritário. 

 

E os atletas olímpicos? 

Muitos atletas olímpicos ganham apenas com o “Bolsa Atleta”, dependendo de sua modalidade, chegando a ganhar entre R$ 370 e R$ 3.100 mensais, de acordo com seu nível. Além disso, há uma premiação extra para os medalhistas olímpicos. 

A ginasta Rebeca Andrade, por exemplo, ganhou cerca de R$ 400 mil pelas medalhas de ouro e prata conquistadas em Tóquio. O COB (Comitê Olímpico Brasileiro) pagou cerca de R$ 250 mil a atletas de modalidades individuais pela conquista da medalha de ouro. 

De acordo com reportagem da revista Época, o Comitê Olímpico dos EUA, paga entre US$ 15 mil e US$ 37,5 mil, por medalha conquistada, caso o atleta não tenha renda superior a US$ 1 milhão. 

As mulheres estão muito abaixo nessa lista? 

Sim, as mulheres estão bem abaixo. E o que mais impressiona é que a maior parte dos ganhos vem de atividades extracampo. O tênis é a modalidade que melhor paga a atletas mulheres. Das 10 atletas mais bem pagas do mundo, 9 são tenistas. 

Em 2020, o top foi composto apenas por tenistas, confira abaixo:

 

  1. Naomi Osaka (JAP) – US$ 37,4 milhões 
  2. Serena Williams (EUA) – US$ 36 milhões
  3. Garbiñe Muguruza (VEN) – US$ 6,6 milhões

 

A “intrusa” nessa lista é a jogadora de futebol norte-americana Alex Morgan, que ficou em 4° lugar na lista, faturando cerca de US$ 5 milhões em 2020. 

Como vimos, um dos principais destaques entre os atletas mais bem pagos do mundo é que a maioria deles é composta por figuras midiáticas, sendo astros de grandes marcas do mercado mundial. 

E, claro, também chama atenção a diferença de ganhos entre atletas homens e mulheres. Há um grande caminho a ser percorrido neste quesito. Além disso, os números mostram a importância de apoiar atletas de outras modalidades, principalmente olímpicas, para que eles possam se dedicar somente ao esporte.

Relacionados