Cuidados que você deve tomar antes de financiar seu carro

Cuidados que você deve tomar antes de financiar seu carro

Caso você esteja pensando em comprar um carro e financiar a compra, necessita tomar as precauções necessárias para evitar danos futuros. 

Aliás, uma das condições para a mudança ao simular empréstimo para comprar um carro é a apreensão e busca, que pode ser realizada um dia após o vencimento da parcela.

Então, aqui vão algumas dicas de cuidados antes de financiar seu carro, para evitar problemas e proteger seu carro.

Dicas de Cuidados antes de financiar seu carro

Decida se quer um carro usado, novo ou seminovo

Muitas pessoas evitam comprar um carro zero quilômetro porque ele perde valor imediatamente quando sai da concessionária. Assim, escolher o usado ou o seminovo é uma ótima escolha, pois a depreciação vai ser muito menor na revenda.

Não há dúvidas de que, além do preço, as condições de financiamento são melhores para os tipos usados ​​ou seminovos, por isso as taxas e prazos são mais acessíveis e atrativos aos clientes.

Veja também: Equipamentos essenciais para motociclistas.

Ao financiar seu carro requisite uma cópia do contrato

Como financiador, você possui direito a uma cópia do contrato de financiamento com detalhes dos custos envolvidos. No entanto, leia atentamente o contrato ou encontre alguém de sua confiança para ver se tudo está no que propõe a legislação.

Então, cuidado para não assumir dívidas de longo prazo, pois quanto maior o prazo, maiores os juros. Caso você tenha dinheiro para investir, pague o máximo que puder e financie o mínimo possível. Enfim, pague em dia para não adimplir e perder seu carro.

Planeje a entrada

Embora saibamos que uma ótima entrada pode afetar parcelas mais baixas, você deve estar atento e se planejar para isso.

Assim, várias vezes, na ânsia de reduzir suas parcelas, há uma intenção de dar uma entrada grande do que você pode, e então você fica sem recursos, uma situação perigosa, não desejável.

Aliás, as parcelas vão ter que ser calculadas de um modo que não afete seu orçamento mensal. Lembre-se, manter uma reserva de recursos é essencial para lidar com qualquer acontecimento.

Para financiar seu carro realize muitas simulações

Compare os financiamentos de muitas organizações antes de decidir sobre o financiamento de veículo. Mesmo que a concessionária tenha apenas uma financeira, você pode negociar se achar outra que seja mais propícia e justa para negociar.

No entanto, veja também as taxas nominais, não acredite na história da taxa zero, pois há maneiras de incluir taxas que ocultam taxas reais.

Então, peça também a CET o custo efetivo total, e o valor de todas as taxas e encargos que você pagará por meio do seu carro, caso suspeite que haja alguma cobrança obrigatória além do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), busque um Procon ou banco central.

Ao valor das parcelas, fique atento

Com base em especialistas, caso você quer financiar a compra do seu carro, as parcelas mensais não devem ultrapassar 30% da sua renda.

Isso pois! Um veículo carro tem outros custos extras, como manutenção e combustível. Aliás, pode ser preciso corrigir quaisquer problemas dos quais você deve se prevenir financeiramente.

Com prazos bastante longos, tome cuidado

Cuidado com parcelas longas, que podem parecer atraentes à primeira vista, mas escondem alguns inconvenientes que os compradores não percebem.

Quanto maior o tempo de financiamento, menor a parcela e maiores os juros, aumentando o valor final do produto.

No entanto, vale destacar também que a economia pode oscilar, levando à perda de empregos, além de outras questões financeiras que podem levar à inadimplência e perda do carro.

Evite deixar de pagar ou atrasar as prestações

Em caso de imprevistos, a parcela não pode ser paga em dia, busque o banco ou a financeira. Juntos, vocês vão achar soluções para questões que são do interesse de ambas as partes, incluindo a renegociação de dívidas.

Estude as condições de compra

Caso exija algum valor antes de você olhar o carro, com as negociações nem prossiga. Pagar no escuro assim parece uma farsa. Até porque caso você esteja financiando um carro, a entrada vai para o banco, não para o vendedor.

Por isso, antes de tomar uma decisão, estude cuidadosamente a condição do carro: os documentos, a condição do Detran, os detalhes do veículo, entre outros. Aliás, é uma boa ideia analisar suas finanças para ter certeza de que as parcelas cabem no seu bolso.

Desconfie de preços bem atraentes

Quando a esmola é demais, o santo desconfia. Você já deve ter ouvido esse ditado popular, certo? Isso faz todo o sentido quando compramos qualquer coisa, incluindo carros.

Por isso, desconfie caso o valor for bem inferior ao da tabela FIPE. Isso pois! Pode ser um veículo roubado, com pendências judiciais, em alienação fiduciária, sinistrado, etc.

Também é possível que o carro esteja cheio de impostos e multas por atraso. Neste caso, realize as contas para ver se o preço com desconto cobrirá todos os custos necessários para ajustar a condição do seu veículo.

Porque é um excelente negócio financiar veículo particular?

Por que você tem uma margem de negociação grande. Você pode comprar ele, mais barato, negociar direto com o motorista anterior e quem vende ganha um pouco mais.

Não importa a sua situação, financiar um carro particular é muito essencial, por que você não precisa possuir o valor total do carro no momento da compra.

Inclusive, é possível fazer um financiamento sem entrada. Ao entrar em tal acordo, você pode obter benefícios adicionais.

Com prazos de pagamento flexíveis, você pode selecionar entre parcelas mais longas e parcelas mais curtas para pagar seus ativos mais rapidamente, ou parcelas mais longas e menos pesadas. Tudo depende da sua situação financeira.

Ainda há facilidades como:

  • Possibilidade de renegociação de financiamento;
  • Prestações fixas até o fim do contrato;
  • Alternativa de adiantamento de parcelas.

Financiar um carro particular é um ótimo negócio. Mas, é essencial tomar alguns cuidados básicos para evitar cair em uma fraude. Caso for comprar, lembre-se de tomar cuidado com preços bem inferiores, calcule corretamente e certifique-se de que a parcela cabe no seu bolso.

Relacionados